Veja como funciona o cálculo para definir o valor do aluguel de um imóvel

Imagem

É preciso considerar questões básicas sobre o imóvel. mas também a vizinhança e situação do mercado

Oferta e procura são os principais fatores que definem o preço médio do aluguel de um imóvel, portanto a pesquisa de mercado na região é fundamental para encontrar o valor. Mas também devem ser considerados a proximidade com transporte público, escolas, comércio e infraestrutura geral, assim como a avaliação da unidade, que deve ser feita pelo corretor de imóveis.

“Nos fatores internos que contribuem para agregar valor à locação está incluída a não necessidade de reformas, ou seja , que o imóvel esteja em boas condições de se habitar. O gasto de imediato não é nem um pouco atraente para a locação”, afirma o diretor do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Rio de Janeiro (Creci-RJ), Laudimiro Cavalcanti.

“Já falta de segurança, escolas e hospitais são fatores que dificultam a locação e contribuem bastante para diminuir o preço. “O principal erro na hora de decidir o valor do aluguel é deixar de considerar as pesquisas realizadas na região e partir de um preço acima do ofertado”, diz Cavalcanti.

O que define o preço do aluguel?
Localização (infraestrutura da região), estado do imóvel, ofertas na região, valores dos encargos, vagas de garagem, idade do imóvel e mobília.

O que pode diminuir o valor
Imóvel mal conservado, rua barulhenta ou algum outro problema na vizinhança, sem vaga ou vaga de difícil acesso.

E o que agrega valor?
Bom acabamento ou modernização, vizinhança privilegiada, infraestrutura da região – metrô, escolas, supermercados etc.

Quais itens do condomínio podem aumentar o valor do aluguel?
Monitoramento, segurança, lazer, comodidade e limpeza.

Qual o principal erro na hora de decidir o valor do aluguel?
Se basear no aluguel anterior e não consultar um corretor de imóveis.

Fonte: Revista Zap Imóveis

Voltar