Conheça os 9 tipos de imóveis residenciais e as diferenças entre eles

Imagem

Há muito mais classificações de imóveis do que a mera distinção entre casas e apartamentos. Saiba as diferenças entre eles

Os diferentes tipos de imóveis residenciais são qualificados a partir do tipo de construção, dos detalhes da planta e da categoria da propriedade. Listamos os nove tipos de moradias mais comuns e explicamos suas diferenças. Leia a seguir:

1. Casa Geminada
Casas geminadas são propriedades ligadas estruturalmente umas às outras, onde o espaço total do terreno é dividido de forma igual. Possuem a mesma estrutura visual e dividem o mesmo telhado. Esse tipo de construção é mais comum em condomínios de casas.

2. Sobrado
O termo sobrado classifica toda e qualquer casa caracterizada por dois ou mais andares, sejam elas residenciais ou comerciais.

3. Bangalô
Os bangalôs são casas térreas, de apenas um piso e que podem ter uma pequena varanda. Esse tipo de construção é bastante comum na América do Norte.

4. Edícula
Edículas são casas pequenas localizadas no fundo de um terreno. Geralmente possuem apenas um dormitório, sala, banheiro e cozinha. Podem também contar com uma garagem e área externa de serviço.

5. Apartamento
Os apartamentos são unidades onde vivem indivíduos ou famílias em residências separadas em estrutura vertical. Podem conter 1, 2, 3 ou mais dormitórios com ou sem suíte, banheiro, cozinha e, não obrigatoriamente, vagas de garagem.

6. Kitnet
As kitnets são imóveis de metragem pequena. Normalmente são caracterizadas por um cômodo, que abriga quarto e cozinha, além de um banheiro à parte. São imóveis localizados em prédios mais antigos, erguidos principalmente no período entre os anos de 1950 e 1970. Alguns imóveis desse tipo podem contar com espaços extras, como uma pequena área de serviço, por exemplo.

7. Flat
Flats são apartamentos residenciais que dispõem de serviços de comodidade, muitas vezes similares a um hotel – como, por exemplo, lavanderia e limpeza diária. Os valores desses serviços costumam ser mais baixos que na hotelaria convencional.

8. Lofts
Lofts são unidades sem divisórias (verticais ou horizontais) entre os cômodos e têm inspiração nos galpões e armazéns americanos dos anos 70.

9. Studio
Os studios possuem apenas dois cômodos, um quarto-sala-cozinha e mais um banheiro. Mais baratos, menores e geralmente localizados em regiões centrais, eles se tornaram tendência nas grandes cidades.

Fonte: Estadão

Voltar