Confira 7 dicas para manter a casa quentinha no inverno

Imagem

Tapetes, almofadas, uma boa iluminação e até uma lareira prática são ótimas opções para tornar a residência mais aconchegante nesta época do ano

Manter sua casa aquecida durante o inverno, além de deixá-la confortável e muito mais aconchegante no dia a dia, também ajuda a prevenir doenças respiratórias e alergias, algo muito comum nesta época do ano. Sem contar que alguns imóveis tendem a ser originalmente mais gelados por vários motivos, como o local em que foi construído, paredes um pouco mais finas e baixa incidência solar. Além disso, nem todas as residências têm um sistema de aquecimento apropriado, já que o inverno dura pouco e não costuma ser tão rigoroso na maior parte dos Estados brasileiros.

Apesar disso, aquecer o lar nas noites e dias mais frios é importante para manter o bem-estar. Em casos críticos, adequar a temperatura da residência pode exigir até mesmo uma boa reforma. Mas existem truques simples, práticos e acessíveis para manter o conforto térmico. Por isso, a arquiteta Tatiana Pugliese, da SI Advisors, separou algumas dicas que podem ser utilizadas para esquentar a casa na estação mais fria do ano.

1. Adapte a decoração

Segundo a arquiteta, não há uma decoração específica para uma determinada época do ano, a não ser que seja algo muito peculiar para residências de campo ou montanha onde a pessoa vá passar a temporada de inverno. Se não for este o caso, alguns complementos da decoração podem ser adequados ao clima. Uma boa opção é a utilização de velas de diversos tamanhos, podendo ser monocromáticas ou coloridas. Elas podem fazer parte da composição do projeto de interiores, bem como mantas, almofadas de tecidos espessos como veludo, colchas e complementos de lã. Cestarias e móveis de madeira escura também ajudam a transmitir sensação de acolhimento e calor.

2. Tapetes, carpetes e cortinas

Os tapetes ajudam muito, mas a especialista explica que o ideal é encontrar um produto atemporal. É possível até mesmo considerar um sobre-tapete (algo como um tapete sobre o outro) com um material mais aconchegante, de fios mais altos, mais densos ou até mesmo os de pelos sintéticos. Além do cobrir o piso ao redor da cama ou na sala de estar, os tapetes podem compor a decoração nas paredes, com desenhos ou motivos que embelezam a aquecem as paredes. As cortinas no inverno ou verão também precisam ser bem escolhidas e enquadradas corretamente, completando os vãos. Para a arquiteta, a cortina e o tapete são a roupa íntima da casa, pois é por meio deles que se inicia o vestir de todo restante.

3. Iluminação em tons quentes

Investir em tons quentes é uma opção perfeita para dar a sensação de bem-estar e tranquilidade. A iluminação amarelada cria um aconchego visual e os pontos de luz indireta trazem um elemento diferenciado e bastante acolhedor. Em todos os ambientes, as cores escolhidas traduzem um pouco da sensação visual e térmica. Por isso, criar uma base neutra de escolhas abre possibilidade para usar tons mais terrosos, quentes e profundos do inverno.

4. Sala de estar

Para esse ambiente, Tatiana indica alguns truques, como utilizar elementos fáceis de encontrar e compor com a decoração que já existe no ambiente: capas de almofadas, mantas e cestarias. Esses objetos possuem um preço mais acessível e podem ser trocados a cada estação. Uma boa opção é manter as mantas enroladas próximas a poltronas e sofás. Além de ficarem super charmosas, criam a sensação de conforto e são úteis na hora de se sentar para ler um livro ou conversar.

5. Quartos

Uma boa pedida para os quartos são os pisos de madeira, que por si só já deixam o local mais aquecido e aconchegante. Para cada tipo de piso podemos complementar com passadeiras e tapetes maiores embaixo da cama. Quadros na parede preenchem os espaços vazios e ajudam a aquecer o ambiente. Considere também repaginar as roupas de cama: adicione travesseiros, aposte em edredons e colchas de cores escuras e prefira lençóis e cobertores de muitos fios. Tecidos de qualidade preparam o leito para uma noite mais quentinha e agradável.

6. Calor do fogo

A profissional explica que as lareiras têm um charme único e oferecem a possibilidade de instalação tanto interna, quanto externa. Além da lareira à álcool ou elétrica, é possível utilizar uma mesa de apoio, buffet ou centro e colocar velas em castiçais, trazendo o elemento fogo para dentro de casa. Mas lembre-se: não é recomendado utilizar velas sem redomas próximas à madeira ou materiais inflamáveis.

7. Áreas molhadas

Tanto na cozinha quanto no banheiro, considere instalar torneiras que aquecem a água. Desta maneira, lavar a louça ou molhar o rosto ao acordar não será um tormento durante a estação mais fria do ano. Já para evitar a friagem do piso de azulejo, decks de madeira e tapetes de náilon ajudam a guardar distância entre a umidade gelada e os pés, além de compor a decoração e dar a sensação visual de aquecimento e conforto.

Fonte: Estadão

Voltar