Reforma do apartamento: planeje suas necessidades antes

Imagem

Veja as dicas do que precisa ser feito na primeira reforma do apartamento para evitar futuras dores de cabeça com o resultado final

Você acaba de pegar as chaves e se pergunta: por onde devo começar a reforma do apartamento? A primeira coisa é fazer um planejamento detalhado de tudo o que será modificado na sua nova casa, seja por necessidade ou por gosto mesmo. Lembre-se que uma obra mal programada pode trazer muita dor de cabeça com prazos longos e gastos desnecessários.

“Quando se fala em reforma  de apartamento, muitas variáveis devem ser consideradas. Para evitar atrasos e conseguir estabelecer o cronograma, é muito importante ter um bom projeto. Faça um programa de necessidades. Por exemplo, eu preciso de uma suíte, de uma cozinha maior ou uma cozinha aberta para sala”, ensina a arquiteta Fabiana Vasconcelos, da Fato Arquitetura.

A profissional também orienta a listar todos os itens negativos que existem atualmente na sua casa, que incomodam. Assim, não serão repetidos os mesmos erros na reforma do apartamento novo.
 “Detalhe se você não gosta de armário com gavetas, se prefere cabide. Ou se é melhor colocar duas cubas no banheiro, porque tem dois filhos. Assim é definido o que será mantido ou trocado de todos os ambientes. Depois é só procurar um bom arquiteto para juntar tudo isso num projeto”. 

Fabiana ressalta que a mesma importância que se dá ao projeto deve ser aplicada ao acompanhamento da obra e às equipes a serem contratadas para a reforma do apartamento. “Pois é nessa fase que tudo será concretizado. É fundamental um profissional que faça a vistoria do projeto, se está sendo seguido, esclarecer dúvidas da equipe, solicitação de entrega de materiais e orçamento de todos fornecedores, do início até a fase final da obra”.

Vistoria na hora da compra ajuda na reforma do apartamento

Fabiana Vasconcelos lembra que uma vistoria deve ser feita sempre antes de comprar o imóvel. Qualquer problema pode ser negociado com o proprietário até a finalização do negócio. Ou seja, quem vai ficar responsável por arrumar o que. 

“Na entrega das chaves, é checar se os itens combinados foram cumpridos. Verificar janelas, portas, trincas, vazamentos, infiltrações, piscina, banheira. Conferir se torneiras, chuveiros e vasos sanitários estão funcionando corretamente”.

Nunca esqueça de verificar a planta do imóvel para fazer a reforma e priorizar as questões estruturais. As partes hidráulica e elétrica devem ser sempre trocadas em imóveis muito antigos, evitando quebra-quebra no futuro. E vale dar atenção a um item importantíssimo hoje: tomadas. Faça as adaptações necessárias para ter número suficiente à disposição de todos os seus aparelhos. 

Fonte: Zap Imóveis

Voltar