Imóveis de luxo: saiba as curiosidades desse mercado

Imagem

Conforto, exclusividade, segurança e alto preço marcam a compra e venda de imóveis de luxo no mercado imobiliário brasileiro

Suíte máster com banheiros e closets do senhor e da senhora. Sistemas de som com várias zonas, luminotécnica com muitas cenas, home office estruturado, cozinha e área gourmet equipadas e integradas, piscina aquecida, energia solar, aspiração central, adega climatizada, carregamento elétrico de carros, paisagismo com irrigação automatizada. Esses são alguns detalhes básicos exigidos em imóveis de luxo. Aquelas mansões que podem ir de R$ 5 milhões a R$ 50 milhões. 

Sala de jogos ou kids, integração de ambiente social e lazer, climatização em todos os ambientes, acabamentos nobres e modernos, sistema de segurança e monitoramento, elevador privativo, vagas para visitantes e arquitetura assinada ou exclusiva são mais alguns itens requisitados em imóveis de luxo, conta o corretor de imóveis Fabio Zarzana, que atua há 10 anos no mercado imobiliário de alto padrão e é especialistas em imóveis luxuosos.

“O que os clientes procuram em um imóvel de luxo é privacidade, conforto, segurança, acabamentos e usabilidade. Não necessariamente nessa ordem. Claro que atributos arquitetônicos, além de sofisticação, tecnologia, sustentabilidade, amplitude e inovações são bem-vindos. Quem vai investir milhões em um lar, saber elencar aquilo que é mais relevante. Não faz sentido gastar R$ 50 milhões em um imóvel que não satisfaça o cliente”, pontua Zarzana. 

Imóveis de luxo têm clientes excêntricos

O corretor explica que costuma se deparar com demandas peculiares. “Teve um cliente que amou uma cobertura de R$ 30 milhões, mas queria um elevador particular direto. Outro queria uma quadra de tênis em casa de rua, mas que nenhum vizinho pudesse vê-lo jogando. Já pediram lareira natural na suíte máster e piscina dentro da sala. Mas estamos aí para fazer acontecer”, afirma Zarzana. 

Ele diz que o perfil de clientes no mercado de luxo é tão heterogêneo quanto suas personalidades individuais. São empresários, advogados, streamers, médicos, artistas, executivos, empreendedores, influencers. A maioria tem entre 25 e 60 anos.

“Outra característica em comum deste público é que comprar e vender imóvel tende a não ser uma realização única ao longo da vida. Pelo contrário, possuir duas ou várias propriedades, ou ainda comprar um imóvel em São Paulo, outro na Praia da Baleia (litoral norte de São Paulo) e um terceiro na Baronesa podem fazer parte desse cardápio normal dos milionários”. 

Impactos da pandemia no mercado de luxo

Diferentemente de outros setores, impactados pela pandemia, o mercado de luxo “surfa” na crise, com crescimento não visto desde o último boom de 2013, diz o especialista. “Isso ocorreu pela alta demanda por mais espaço aberto privativo, áreas de home office e homeschooling melhor estruturadas, alas social e de lazer completas, mas com privacidade em relação às íntimas”. 

Em resumo, as casas desse público AAA passaram a significar um híbrido de lar, lazer e trabalho muito mais acentuado do que antes das restrições sanitárias. “Quem precisa e pode realizar, simplesmente o faz. E por isso acabamos focando nesse perfil”, completa Fabio Zarzana. 

Fonte: Zap Imóveis

Voltar