Preço dos aluguéis desacelera, mas ainda sobe acima da inflação em novembro

Imagem

Nos últimos 12 meses o preço de aluguel de imóveis nas capitais subiu em média 16,45%, bem acima do comportamento esperado pelo IGP-M para o período

Os aluguéis dos imóveis residenciais à venda no país encerrou novembro com alta de 0,79%, desacelerando em relação às variações vistas nos sete meses anteriores, segundo o Índice FipeZap.

O resultado, contudo, ainda fica acima da alta de preços calculada pelo IPCA, que registrou alta de 0,41% no período. O índice monitora o preço médio de aluguel de imóveis anunciados para venda em 11 capitais.

Os preços subiram em todas as capitais pesquisadas: Porto Alegre (1,54%); Curitiba (1,34%); Goiânia (1,17%); Salvador (0,79%); Florianópolis (0,78%); Rio de Janeiro (0,78%); Recife (0,66%); São Paulo (0,66%); Belo Horizonte (0,59%); Fortaleza (0,18%); e Brasília (0,07%).

Nos últimos 12 meses o preço de aluguel de imóveis nas capitais subiu em média 16,45%, bem acima do comportamento esperado do IGP-M para o período (5,90%).

Preço médio de imóveis

Em novembro, o preço médio de locação de imóveis residenciais foi de R$ 36,33 por metro quadrado. Entre as capitais, os maiores valores médios de aluguel foram apurados em São Paulo (R$ 45,16/m²), Recife (R$ 41,39/m²) e Florianópolis (R$ 38,67/m²).

Já entre as cidades com menor preço médio de locação estão Fortaleza (R$ 23,26/m²), Goiânia (R$ 25,21/m²) e Porto Alegre (R$ 27,36/m²).

Fonte: Exame

Voltar